Sunday, 5 July 2015

DA AJUDA E PARCERIA COM OS GOVERNOS

DA AJUDA E PARCERIA COM OS  GOVERNOS


Espere o governo ajudá-lo. Seja qual for, municipal, estadual, federal, organismos internacionais, todos eles têm planos, programas, idéias e conversa para convencê-lo de que estão fazendo o melhor para você, cidadão-empresário.  Não passa dia em que uma entidade governamental não lance alguma bondade para o empresário. E em especial para o pequeno e médio, estes são os preferidos. Programas e mais programas,  publicidade e marketing. Às vezes acertam, e realmente sai alguma coisa boa. Mas, na maioria das vezes não chega ao caixa da empresa para melhorar seu desempenho. Aliás, a publicidade governamental é muito mais usada para adicionar recursos aos políticos para as suas campanhas do que  para convencer alguém de que algo positivo está acontecendo. Simples, me explique o que você consegue saber do que o BDMG faz através do anúncio no taxi de Belo Horizonte. Ou ainda, se o Banco de Desenvolvimento, em seus quase 50 anos, ainda não conseguiu informar o que faz, e você como empresário ainda não sabe, temos um problema do tamanho de um elefante.

Definitivamente, os governos são rápidos para cobrar, os empresários bons para pagar, claro que com certas exceções, mas os empresários são muito ruins em cobrar do governo. Para começar, são raros os escritórios de contabilidade que conseguem dizer ao empresário a que ele tem direito. Só, e só, quais são suas obrigações. Vamos fazer a tabela de obrigações do município, estado e governo federal com o empresário. Nenhuma entidade de classe ainda fez. Sem falar nos famosos conselhos profissionais, que cobram muito e, de novo, com poucas exceções, fazem algo positivo para a classe profissional.

Entre as entidades que podem ser mais bem aproveitadas estão as do sistema S. O empresário tem que saber o que elas oferecem, já que as sustenta, e ter a humildade de reconhecer que elas têm serviços bons e aproveitáveis para a gestão do seu negócio. E quem sabe às  vezes a humildade de conhecer novas soluções, novas tecnologias e novos mercados.

A coisa mais simples é criticar governos e colocar a culpa neles pelas dificuldades dos nossos negócios. Claro que os políticos e governos têm a sua parcela de culpa, mas as soluções para a sua empresa e seu negócio vem de você e não do governo.

STEFAN SALEJ
Consultor internacional
EX PRESIDNETE DA FIEMG E SEBRAE
www.salej.com.br


No comments:

Post a Comment